29ª edição de Ação de Graças CSBC

29ª edição de Ação de Graças CSBC

img/salvato1_blog/1020_post_13314.jpg


Na Semana de “Ação de Graças”, de 23 a 30 de novembro de 2017, a Comunidade educativa do Colégio Salvatoriano Bom Conselho refletiu o tema: Ação de Graças: Agradecer a Vida e Semear a Esperança. Durante as celebrações, a Comunidade Educativa realizou seu gesto solidário, trazendo alimentos não perecíveis que serão destinados às famílias carentes e que possuem familiar(es) portador(es) de necessidades especiais de nossa cidade.
  
A vice-diretora Fabrícia Barcia foi quem conduziu a abertura da noite e após a fala de boas-vindas da diretora Irmã Lourdes Oro, os presentes puderam conferir uma linda mensagem organizada da Associação de Pais e Mestres (APM) que foi apresentada em formato de vídeo.
 


 


A Celebração teve iniciou com as turmas do 3º ano que apresentaram a finalização do projeto trabalhado ao longo deste ano: Passo Fundo: Quem conhece ama... Quem ama cuida! O tema da Ação de Graças também este presente nas coreografias. O objetivo do projeto trabalho e apresentado foi conhecer o município de Passo Fundo, a fim de despertar a cidadania, o respeito e o cuidado com a nossa cidade. Concluindo-se assim que é preciso conhecer para amar e amar para cuidar. A missão salvatoriana consiste em tornar Jesus, o Salvador, conhecido e amado por todos. Com isso, demonstrou-se que ajudar é preciso que formatemos nossa vida conforme a vida Dele no local onde habitam: O Município. É aqui que precisamos ser gestores do Amor, da Paz e da Felicidade. Com lindas coreografias, músicas (que contou com violão e saxofone), indumentária e muitos sorrisos, os estudantes deram um show de dança e encantamento. Ao término, as turmas ficaram em frente ao Presépio que está no pátio e cantaram músicas natalinas aos presentes.



 

As turmas do 4º ano apresentaram a finalização do projeto trabalhado ao longo deste ano: As Missões: Formadores do Rio Grande do Sul. A história das missões é uma das raízes da cultura regional gaúcha, que faz parte de uma variedade de culturas, que integram a identidade brasileira. A região das Missões muito contribuiu para o desenvolvimento cultural do RS, por isso, é fundamental aprofundar os conhecimentos em relação a história missioneira. A relevância do assunto encontra consonância nos Parâmetros Curriculares Nacionais “ao reconhecer as formas de organização social das comunidades indígenas e descobrir seu universo cultural, a criança treina seu olhar para o outro, desmonta preconceitos e compreende a diversidade cultural encoberta pela denominação cultura brasileira”. A valorização dos grupos sociais traz, ao estudante, a certeza de seu pertencimento como indivíduo e como cidadão e a consciência de que faz parte do processo histórico. Quando os estudantes conhecem a realidade e contribuições de outros grupos sociais aprendem a respeitar diferenças, valorizar as contribuições culturais de outros povos e constroem seu próprio conhecimento sobre este assunto. Tudo isso foi apresentado pelos estudantes no palco. Ao término, as turmas ficaram em frente ao Presépio que está no pátio e cantaram músicas natalinas aos presentes.



 

No dia 25 de novembro, as turmas da Educação Infantil, apresentaram para o público os projetos desenvolvidos por cada nível turmas: Nível III-  Compartilhar a importância do cuidado com a vida. Agradecendo a Deus pelos pequenos passarinhos e a preservação da natureza, as professoras revelando como foi trabalhado durante o ano na sala de aula, protegendo e educando o seu ninho. Durante o semestre foi observado e trabalhado sobre os passarinhos contemplando o projeto, ao socializar com as crianças sobre a ação de Graças decidimos juntos que iriamos representar o nascimento dos passarinhos valorizando a vida e o cuidado com ela e com o nosso planeta. As crianças adoraram cantar as músicas, usar fantasia, pintar o cabelo e principalmente ganhar minhoquinha (goma) igual ao pássaro de verdade. Acreditamos que os animais têm grande importância no cotidiano das crianças por sua presença nas histórias infantis, brinquedos, músicas e desenhos.
 
Nível IV  - Com base no livro “A menina que morava no arco-íris” de Adélia Maria Woellner apresentaram um pouco da história que os encantou durante o semestre. Feri Feri a personagem principal da história interpretada pelas professoras morava no arco-íris enorme e colorido lá no infinito, tinha amigas estrelas nuvens lua sol... Um dia espiou e viu que o planeta Terra precisava de ajuda. Ela e seu amigo Ser Luz precisavam trabalhar pois havia muita inveja e violência. Tinha pessoas passando fome e ela começou a costurar a terra. Depois da sua visita a Terra ficou linda e colorida, árvores dando frutos, pessoas amigas, cuidando da natureza e dos animais, assim também gostaríamos de sensibilizar as pessoas para o cuidado com o nosso planeta Terra e também oportunizar as crianças a vivência da fantasia e da Imaginação. Dando graças a energia das cores e a vontade de deixar o mundo cheio de alegria.
 
Nível V- Um Pomar de A a Z foi desenvolvido devido a necessidade de mostrar ao nosso educando, que é possível brincar e aprender de uma forma lúdica e construtiva, visando a socialização do nosso fazer pedagógico. O futuro está em nossas mãos, por isso a importância de preservar a natureza, assim como, as formas de vida e sua sobrevivência, vivenciando a alegria da vida com a presença multicolorida das plantas, levando as crianças a contemplar as suas maravilhas e o bem estar que a convivência da natureza proporciona.


 
As turmas do 1º ano apresentaram a finalização do projeto trabalhado ao longo deste ano que teve como objetivos: desenvolver nos estudantes a consciência de atitudes de preservação ecológica, colaborando para a construção de um mundo socialmente mais justo, fraterno, saudável e sustentável; reconhecer a ação humana  na transformação do meio ambiente, valorizar, defender,  guardar  e  preservar  o meio ambiente; despertar nos  estudantes  valores e ideias de preservação da Terra  e o  senso de responsabilidade para com as gerações futuras e sensibilizar as crianças sobre a importância do cuidado com todas as   formas de vida na terra.



 

Na terça-feira (28/11) os estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental I fizeram a sua participação na 29ª edição de Ação de Graças. As turmas apresentaram um pouco do dia a dia dos estudantes, a rotina no Colégio e em casa com seus familiares. Também, através de vídeos, os presentes puderam conferir as atividades e viagens de estudos feitas neste ano. Uma linda história que envolveu o cuidado com a natureza e chegou ao nascimento do Menino Jesus foi contada e representada pelos alunos. Teve muita emoção no momento em que as crianças fizeram uma corrente distribuída em todo o salão de atos e abençoaram suas famílias. As diversas religiões também foram destaque na apresentação.




 
Na quarta-feira (29/11) os estudantes do 2º ano do Ensino Fundamental I fizeram a sua participação na 29ª edição de Ação de Graças. As turmas tiveram como tema da apresentação: “Valores Salvatorianos e Valores para a Vida”. Vivenciar os Valores Salvatorianos como um compromisso para a vida, este foi o objetivo da apresentação do 2º ano. Nas cenas, as crianças apresentaram suas preocupações de como a vida está sendo cuidada (violência, briga no trânsito, uso de palavras inadequadas). Diante de tanta discórdia, violência, desmatamento, ódio, rancor, indiferença e intolerância, os estudantes trazem as possíveis soluções para os problemas relatados anteriormente (vida, amor, respeito, solidariedade, tolerância, sustentabilidade, gratidão, justiça, conhecimento, honestidade, diálogo, igualdade, diversidade, consciência, fraternidade, humanidade, união), resgatando os valores trabalhados durante o ano pelas turmas. Após, pais e alunos foram até a sala de aula para receber o portfólio de trabalhos.
 




Através de um belíssimo momento de celebração e agradecimento, aconteceu no dia 30 de novembro, a Ação de Graças do Ensino Fundamental II e Ensino Médio. Com grande participação de alunos, professores e da comunidade escolar, a celebração teve como intuito a valorização do diálogo inter-religioso, dos biomas brasileiros – que são o tema da Campanha da Fraternidade 2017 – e dos valores salvatorianos.
 
A representação de algumas das principais religiões da humanidade – Hinduísmo, Budismo, Cristianismo, Judaísmo, Islamismo e Religiões Afro-brasileiras – fez memória e celebrou a importância do respeito e da tolerância diante dos diferentes credos da sociedade atual. Graças foram dadas, também, à Campanha da Fraternidade 2017, através da representação dos biomas brasileiros – Cerrado, Caatinga, Amazônia, Mata Atlântica, Pampa e Pantanal. O cuidado e a preservação de cada um destes núcleos de vida foi um dos pontos mais importantes da noite. Concomitantemente, celebrou-se, de modo todo especial, os valores salvatorianos – vida, justiça, solidariedade, amor, conhecimento e sustentabilidade – que norteiam a vida dos estudantes salvatorianos, auxiliando-os na construção de uma análise crítica e reflexiva para transformar o mundo em que vivem.